Instituto Acqua comemora dois anos de avanços e serviços prestados no Maranhão

15 de Maio de 2017

Período é marcado por avanços no atendimento à população, reformas em unidades, implantação de novos projetos e investimentos em capacitação, pesquisa e equipamentos

Avanços, conquistas e excelência no atendimento à população são os ganhos durante os dois anos de atuação do Instituto Acqua no gerenciamento de unidades de saúde no Maranhão em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES). Na última sexta-feira (12/5), funcionários e direção do Instituto comemoraram as conquistas desse período na gestão das maternidades Marly Sarney, Benedito Leite e Nossa Senhora da Penha, do Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos, Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago e Hospital Macrorregional Tomás Martins, além do Centro de Referência em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças (Ninar).

Com 18 anos de experiência, o Instituto Acqua levou ao Maranhão sua forma de gestão que tem refletido diretamente na qualidade da prestação de serviços à população. No início da parceria com o Governo do Estado, em maio de 2015, o Instituto gerenciava apenas três unidades, sendo as maternidades Marly Sarney e Benedito Leite e o Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos, todos em São Luís. Por conta dos resultados positivos, o Acqua passou a gerenciar outras unidades de saúde, entre elas, a Maternidade Nossa Senhora da Penha, também na Capital, e o Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago, em Pinheiro, ainda em 2015.

Em 2016, se somaram às unidades sob gestão da parceria Acqua/SES, o Hospital Macrorregional Tomás Martins, em Santa Inês, e o Centro de Referência em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças (Ninar), em São Luís.

O diretor-presidente do Instituto Acqua, Ronaldo Querodia, destacou os avanços durante os dois anos de gestão. “É um período de muito trabalho, mas com uma equipe dedicada e qualificada temos conseguido resultados muito positivos. Tivemos muitos avanços e continuaremos transformando projetos em ações para fazer com que a população tenha acesso a um serviço de qualidade”, destacou.

Avanços – Além das inaugurações, as conquistas nesse período têm importantes intervenções realizadas, como a readequação e reforma das instalações da Maternidade Benedito Leite e do Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos, além da implantação de serviços e programas de incentivo às mães e bebês. O programa Pequeno Maranhense, que entrega um kit de higiene para mãe e recém-nascido, por exemplo, implantado há um ano, já atendeu mais de 8 mil mães em todas as regiões do Estado. O programa tem incentivado as consultas no pré-natal na atenção básica.

Uma intervenção de destaque neste segundo ano de Instituto Acqua no Maranhão foi a instalação, em março deste ano, da primeira UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Materna da rede pública de saúde do Maranhão na Maternidade Marly Sarney, que atende pacientes obstétricas graves, nos períodos pré, intra e pós-parto, com doenças próprias da gravidez ou nela intercorrentes e que necessitem de internação em regime de cuidados intensivos.

O projeto Primeiro Olhar entrega às mães da Maternidade Benedito Leite um encarte com a foto do recém-nascido e ainda oferta outras informações sobre o nascimento. A mesma unidade de saúde ainda teve outras novidades neste segundo ano de Instituto Acqua no Maranhão, como a implantação do parto humanizado e do Centro Sentinela de Planejamento Reprodutivo.

Rodas de conversas com gestantes, implantação do método Mãe Canguru, funcionamento do venoscópio (equipamento que permite às equipes de enfermagem localizar as veias de maneira rápida e precisa), capacitação constante dos profissionais e a realização de testes de coraçãozinho e do pezinho são outras inovações deste período, que ainda teve mutirões de laqueadura, cirurgias pediátricas e oftalmologia, entre outras especialidades.

O Instituto Acqua também realizou ações sociais, a cada dois meses, que chegaram a reunir mais de mil pessoas para a realização de consultas, exames e atividades que foram desenvolvidas em praças públicas. O Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos se tornou referência no atendimento de crianças com lábio leporino e fenda palatina no Maranhão e de neurocirurgias pediátricas.

Pesquisa – As ações de incentivo a pesquisa também foram destaque nos dois anos de serviços prestados pelo Instituto Acqua em parceria com a SES. O projeto Ninar teve uma pesquisa aprovada pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) para realizar, durante um ano, avaliação clínica de crianças com microcefalia associada ao zika vírus. O projeto contou com a coordenação de pesquisadores da UFMA (Universidade Federal do Maranhão) em parceria com o Instituto Acqua e a Secretaria de Estado da Saúde.

Neste terceiro ano de gestão no Maranhão, a direção do Instituto objetiva o aumento nos níveis de qualidade e eficiência dos serviços e crescimento pessoal e profissional dos colaboradores.