Ação social realiza cerca de 800 atendimentos de saúde e orienta população sobre DSTs em São Luís (MA)

12 de Junho de 2017

Atividades foram realizadas por profissionais de unidades sob gestão do Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde

As salas de aula do Colégio Cidade de São Luís, no bairro Cohab, em São Luís (MA), receberam no último sábado (10/6) mais uma edição do Instituto Acqua em Ação, iniciativa que levou atendimentos médicos e dicas de prevenção contra DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) para a população, entre outros serviços. Os profissionais que participaram da ação realizaram 810 atendimentos, entre testes de glicemia, aferição de pressão arterial, aplicação de vacinas, consultas com ginecologistas e coletas de preventivos, além de palestras de prevenção contra DSTs, distribuição de preservativos masculino e feminino, avaliação nutricional e com psicólogos, limpeza de pele e aulas de zumba com fisioterapeutas.

As atividades foram coordenadas pela Maternidade Benedito Leite e contaram com equipes de profissionais do Centro de Referência em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças (Ninar), das maternidades Marly Sarney e Nossa Senhora da Penha e do Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos, unidades sob gestão do Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde.

A dona de casa Vilma da Graça, 47 anos, moradora da Vila Isabel Cafeteira, área próxima ao local da ação social, contou que não realizava o exame preventivo (Papanicolau) há dois anos. “É sempre bom ter acesso a esses serviços. Aqui fiz o exame mais rápido. Agora é só aguardar o resultado e levar ao médico”, relatou.

Do total de atendimentos, foram feitos 388 testes de glicemia e aferição de pressão arterial e 225 aplicações de vacinas, sendo 175 contra gripe, 30 antitetânicas e 20 contra hepatite B. A ação também registrou consultas ginecológicas com coleta de preventivo e atendimentos realizados por psicólogos. Além disso, os participantes receberam limpeza de pele, adolescentes e adultos participaram de palestra com orientações sobre formas de prevenção contra as DSTs e uso de camisinha e também passaram pela sala de avaliação nutricional para receber orientações sobre a importância de uma alimentação saudável e a prática de exercícios físicos.

Ao saber da ação social, Keila Regina, 35 anos, levou o filho, de 14 anos, e o enteado, de 15 anos, para receber orientações sobre as doenças sexualmente transmissíveis. “A idade deles é uma fase em que precisam saber sobre os problemas e riscos dessas doenças, e orientar é a melhor forma de fazer isso. Esse foi um momento de alerta não só para eles mas para todos os adolescentes que passaram por aqui”, disse a dona de casa.

O diretor clínico da Maternidade Benedito Leite, o médico Manoel Pimentel, pontuou que este tipo de atividade aproxima os profissionais de saúde da comunidade. “Com essa iniciativa conseguimos levar à população uma série de serviços médicos de várias especialidades. Essas ações são políticas de Estado que aproximam cada vez mais o médico da população.”